sexta-feira, 31 de agosto de 2012

QUISERA EU...

QUISERA EU PODER TE ENCONTRAR NOVAMENTE
QUISERA EU PODER SENTIR O AMOR QUE TU ME TINHAS
QUISERA EU PODER TRANSFORMAR AQUELE SONHO EM REALIDADE
QUISERA EU SENTIR SEU AMOR DENTRO DE MIM
QUISERA EU NESTE MOMENTO PODER TE DIZER
EU SEMPRE TE AMAREI.


VOCÊ SEMPRE ESTARÁ DENTRO DE MEU CORAÇÃO CAROL MARANHÃO

GABRIEL

terça-feira, 11 de outubro de 2011


Tem dias que me
sinto cansada das
complexidades...
Das
palavras
soltas,atitudes
evasivas e atos
mornos...Tem
dias que me
sinto
cansada de gente,
cansada do mundo,
esgotada de mim !
Tem
dias ...


(Renata Mangeon)


Eu não funciono sem amor...
Sem amar...
O vazio me sufoca!
Não sei falar palavras bonitas
fingindo felicidade!....
o vazio me sufoca
na ternura de teu olhar
quando o meu abraço… te envolve
num parir de beijos
para te amar!

(Ginna Gaiotti & Helena Correia)
APENAS VI NO TEU OLHAR A LUZ DO AMOR

Amanheceu sem asas o meu dia.
Percorri por um caminho de luz...
Eacordei na presença dos anjos.
Nas mãos que me tocaram senti o Amor.
Ali era o jardim dos céus.
Segui na direção da Luz divina...

Viagem bordada no manto das rosas.
Infinita paz que celebra a vida.

Não há multidões... apenas irmãos.
Osol se põe em meu espírito...

Trazendo-me de volta em busca das orações.
Entre tantas preces de luz…
Uma apenas suspirou em lágrimas...

O meu olhar leu tua alma...
Lavei com Amor o mal que me feriu.
Havia mil anjos voando nos céus e
Apenas um se fez morada em meu coração.
Revelei meus sonhos no jardim das flores...

A eternidade iluminava nosso olhar.

Longas horas trançadas no Amor...
Uma estrela nos presenteou com a vida.
Zelando com bênçãos nossas almas...

Da luz que nos é eterna,
O tempo é caminho sem fim...

Ah! Meu Anjo! Vaguei no escuro da noite...
Minhas lágrimas apagaram as velas... mas
O teu olhar acendeu a luz do Amor,
Renovando em meu sangue o milagre da fé.

Débora Neves

Redenção

Sentia-me cansada
de andar a esmo.
Havia perdido minha essência.
No afã de me encontrar deixei
Meu eu vir a tona
Meus sentimentos tão reprimidos
transbordaram!
Bebi novamente do cálice da dor
E o fel da amargura.
Penitenciei-me!..
Fez-se necessário!
Senti-me renovada
E purificada!
Saboreei o gosto
de sentir-me liberta
E pronta para
Uma nova vida viver!..

Maria Bonfá

À FLOR DE LÍRIO



Se que eu poderia disjuntar do mundo;
Ato descontente à vida inteira...
— Por ser complexo a alma-primeira,
Que ternos amores foi-se eu profundo?

Se que eu poderia a ser um maribundo;
De mim sugada a flor companheira...
— Instantes mortos quais de a videira;
Que perder os frutos já por um segundo?

Flor de planos sem que de pouco amor
Vinda às figueiras já com seu primor
Nos espinhos transformados em escudo...

Se galhos compridos em seu vil destino,
Como estranho se quer um desatino
Porquanto a amo já bem mais que tudo?

(Poeta Dolandmay)


O PREÇO DA PAIXÃO



Jamais devo aceitar
O preço desta paixão
O que você quer me pagar
Não é o valor do meu coração.

Meu coração não merece
Este triste pagamento
Você até parece
Querer pagar por meu sofrimento.

A paixão não tem preço
Mesmo assim você quer pagar
Tu sabes que não mereço
Sua crueldade aceitar.

Se um dia você reconhecer
O valor da minha paixão
Poderei até lhe dizer
Que meu coração vai te querer
Se você me oferecer
O preço certo desta paixão!!
***Odete Poesia***

quinta-feira, 14 de abril de 2011

INSÔNIA!

Na penumbra,o silêncio inqueitante
invade a madrugada fria
Só ouço,
as batidas de meu coração...
A insônia me devora!

Meus pensamentos passeiam
povoam minha mente quase vazia
apenas a dor da saudade fala em mim
Mas, estou bem...
Neste silêncio, a paz se faz companheira!

Estou só, um vazio inebriante,
deliciosamente calmo...
Sinto cheiro da chuva molhando a terra
das flores, das dama da noite coloridas
Esses perfumes me fazem bem.

Eu te amei demais!
E para você fui um passatempo
Caí como areia pela ampulheta do tempo
E o tempo implacável, nada sabe esperar
E eu perdi você para sempre.


Joe Luigi

SONHOS

Queria sonhar sem querer
que acordei no meu sonho
sonhando em não te querer...
Queria acordar dormindo
depois de sonhar
e querer dormir de novo
para sonhar com você.
Meus olhos não miram mais os seus,
Mas minha alma enxerga seu coração!
Trago na memória, o calor de sua presença,
Aquecendo meus dias frios,
Transformando minhas dores em vitórias!
Vencendo os desafios.

Mando Mago Poeta
&
* Nilzinha_Maria Nilza *

PALCO

Queria ser teu mar
nos dias de fúria,
esperaria a rebentação
Com meu desejo imenso.
.
Tua alma está na tempestade
da minha paixão envolvente.
Tu és meu analgésico natural,
na calma que me transmite
.
E no prazer que me dá!
O nosso teatro tem como palco
principal o mar e o nosso imaginário
cruza-se com a arte do desejo.
.
Os prazeres se abraçam,
onde os atores - que somos nós -
interpretam sentimentos
de paixão e desejo.


(Graciela da Cunha)

PEQUENAS COISAS

As pequenas coisas valiosas que guardo
E as poucas pessoas simples e naturais
Que encontro,
Me impressionam...
Elas têm se tornado cada vez mais raras....
Tão raras que faz imensa falta a troca de um olhar...
Um “eu te gosto” sincero,
Um sorriso que diz muito...
Um simples olá,
Que sempre chega na hora certa.
Impressionam-me a simplicidade,
Naturalidade...
Pequenas coisas valiosas para a gente guardar...

Dolce Bárbara e Joe Luigi

MEUS PASSOS

Se meus passos
Fossem mais largos
Dançaria até onde
Minha voz pudesse ir.

Se meus passos
Fossem mais largos
Diminuiria minhas distâncias
As inconstâncias, que a miúdo
Anda comigo.

Se meus passos
Tivesse o mesmo compasso
Do meu coração.
O calor, da minha alma.
Convidaria a lua,
A valsar no espaço
Dos meus passos

ManyPallo

ALÉM DA IMAGINAÇÃO

Neste momento

Perco o sentido

Faço o meu pensamento

Trazer você comigo

Noto que de repente

Tudo começa a mudar

Fico tão envolvente

Quando começo a pensar

Não tenho nada a dizer

Deste amor que me enlouquece

Até mesmo ao anoitecer

Em meus sonhos você aparece

Mesmo assim tenho alegria

De poder imaginar

Seja noite ou dia

Em você posso pensar

Seu nome está gravado

Dentro do meu coração

Pensando em você tenho chegado

Além da minha imaginação.


Odete Poesia

" Sonhos


Esquecidos
Entregues
Perdidos

Sonhos

Lembrados
Desejados
Divididos

Sonhos
Sonhados

Sonhos
Vividos "


=- Bruno de Paula -=
AMOR DE OUTONO

Remexa tudo dentro de você,
E encontrarás tudo que sempre te dei.
Amor, talvez um dia eu vá embora,
Mas deixarei meus momentos eternos,
De pura ternura.
Deixarei parte do amor,
Deixarei saudades,
De um outono que sempre vem,
Trazendo folhas caídas e ventos fortes.

Claudio rodrigues pereira (poeta)

SONETO INCERTO


Foi em setembro que chorei a vida
e em passos tortos pus-me a caminhar,
vesti o futuro, saga prometida,
quis a centelha perdida no ar.

Verti meu pranto numa despedida,
rumo ao incerto que ousei buscar.
Se alguma vez eu me senti vencida,
só foi o tempo de recomeçar.

E nesse quanto de emoção sentida,
os meses desfilaram devagar,
no afã das perguntas repetidas.

Confesso que não sei quantas feridas
tiveram de, sozinhas, se curar,
pra ver o novo ponto de partida.

Basilina Pereira

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

SAUDADE

Hoje me deu uma grande saudade
Uma enorme vontade
De me perder em seus braços,
De me fundir em você...
Hoje me deu um imenso desejo
De ter seu amor
De me soltar
E me entregar ao cansaço...
Hoje eu queria você.

Elvira Sininho

Perdida...

Tanto amor
Banalizado...
Quanto eu te amo
Sem ser verdade
Tudo tão vazio...

Palavras desperdiçadas
Promessas vãs
Amor meu jogado,
Desprezado...

Olho e não me vejo
Procuro-me...
Não me acho
Perdi-me no labirinto
Desse amor
Desencontrado...

Maria Bonfá

PERDÃO





CAMINHO AO VENTO...

Percorro um caminho que me leva
ao lugar onde habita o meu coração.
Irregular é a estrada, mas não há treva,
apenas alguns buracos no chão.

Paro para refletir um pouquinho,
nas tantas vezes em que busquei;
respostas da vida em seu cadinho,
e das várias vezes em que tropeçei.

Mas há sempre um vento amigo
que me leva a sentir o frescor,
da serenidade trazida do abrigo;

onde mora pleno de calor,
um coração que ja sentiu o perigo,
em algumas estações da dor!

Guida Linhares

*COISAS DE AMOR*

Se no entanto,
Tudo entre
Nós terminar
Numa tristeza...
Voltarei mais maduro,
Ao meu consciente,
Saber que te perdi,
Agradecerei
Pelo menos
Por ter te amado.

Dj@.Poet@...... -

EU EM VOCÊ

Pedaços de mim
Em teu corpo marcados
Deixados de lado
Como coisa qualquer
Ranhuras agrestes
Seivas da dor
Morte do amor
Em mim embutidos
Foge-me os sentidos
Razão dos apaixonados
Em busca de espaço
Espasmo incontido
Grito de dor
Eco desbravado
Coração apertado
Vida
Sem mais sentido...

Claudete Silveira

Ah!
Se minhas lágrimas
Falassem...
Revelariam a você
O porto
Onde se encontram
E ancoram
Minhas emoções...

Dolce Bárbara

AMANHECER

Amanhecer

Quero nascer de novo em cada dia que nasce.
Quero lavar-me, cada manhã, do homem velho,
da poeira velha, das palavras gastas, dos gestos rituais.
Quero que cada manhã, a alma desabroche do sono
como a rosa do botão, e surja como a aurora do oceano,
ao sorriso dos teus lábios, ao gesto de tua mão.
Quero me engrinaldar para a festa renovada com que cada dia nos convida.
Quero crer, a cada nova aurora, que esta é a definitiva,
a do encontro com a felicidade, a da permanência assegurada,
a de teu sim definitivo.

*Chico Xavier*

TEMPO PERDIDO

Sentimento transformado em abuso
Dias escuros, noites em claro
Hoje sei que serví de escudo
Na sua vida em momento obscuro

Anos se passaram pensando ser amor
Triste sina essa que atravessei
Por ti não perdurava lancor
Na verdade só me enganei

Não observasse tamanha doçura
Desconhecendo o saber da verdade
Deixando na vida somente amargura
E a mim deixando ficar na saudade

Os anos a ti em que foi dedicado
Foram momentos vividos de angústia
Com os cabelos já enbranqueçado
Cansada não posso suportar lamúria.

Dalvalene Santos

PARTE MINHA


Já não sei mais da vida sem ti
E já nem quero mais saber
Por onde quer que eu vá,
te percebo
Com qualquer letra do alfabeto
é sempre teu nome que escrevo
Já nem lembro mais de mim
quando no tempo do teu não existir
Já não sei mais quais eram as cores dos dias
que antecederam nosso porvir
Não entendo mais nada que não venha de ti
Não busco mais nada que não tenha teu cheiro
Na sinuosa geografia do teu corpo
é onde assento meu desejo
E eu te amo tanto que,
apenas dizer que te amo
já não mais me consome
Pois há tempos deixastes de ser o meu pão
para tornastes a própria fome

(Marcelo Roque)

O AMOR EM PRANTOS...

Eu sou o amor chorando de dor...
Eu sou o amor, chorando a sua falta de amor...
Quantas e quantas lágrimas derramei,
por você não ter amor...
Sou o amor que tenta entrar no coração,
de quem se nega ao amor...

Sou o amor que sofre a sua falta de amor...
O amor que chora por você não ter amor...
Choro por você e por aqueles que não tem amor...
Sofro essa dor quando vejo um coração sem amor...

Quando vejo um coração ríspido,
e o solo árido e devastado...
Assolado e aniquilado pela falta de amor...
Devastado pela solidão de quem nunca amou...
Eu sou a semente que tantas vezes tentou,
e nesse solo não brotou...
Eu sou o amor que tenta entrar nesse coração,
que você fechou...

Ernane Rezende Rabiscador de poesias

...Exorcizado que estava,
o amor se apossou de
mim, despiu as vestes
que me cobria a saudade,
espantou a cruel solidão
e desavergonhadamente
fez amor com o meu
coração, desfolhando o
outono da paixão.
_ o.vasconcelos _

OH! QUE SAUDADE QUE (NÃO) TENHO

Se eu bem me lembro,
havia muitas árvores e um muro
no fundo do quintal da minha infância.

Os bichos, criação da casa,
corriam atrás de mim,
e eu, atrás deles,
numa insitência teimosa.

Tempo de ingênuas brincadeiras,
somente interrompidas
pelos berros de minha mãe,
que, se não atendidos,
resultavam em doloridas chineladas.

O relógio parecia não caminhar.
Entre um reveillon e outro
entremeavam-se séculos.
Crescer era alternativa remota.
Papai ditava regras sempre certas.
Havia pouco mundo para além da minha porta.

Hoje, sem que me desse conta,
o futuro chegou e me cobra atitudes:
infinitas contas a pagar,
responsabilidade exclusiva sobre meu destino;
ansiedades e angústias de todos os matizes.
De súbito, olho o relógio, a informar que passou a minha hora.
E eu que ontem, pensava em ser feliz agora. . .


JL semeador

A SOLIDÃO E EU...

Eu existo, mas a solidão também!
Tendo como condutor, minha própria vida,
Minha lembrança, infinita saudade,
Meu inesquecível e profundo amor.

Vários tipos de solidão me acompanham...
Hei de ficar só, viver só ou sentir-se só,
Ter companhia e continuar só.
Solidão... Como é triste esse vazio.

Sentir falta de alguém distante.
Sorrir ao lembrar-se de cada encontro
Que fortaleceu nossas vidas, nos envolveu.
Paralisou e alimentou grandes sonhos.

Recuperou nossos corações vazios,
Injetando muita paixão, esperança...
Numa manhã que nunca resistiu,
Após grandes bailados do amor.

Mas como romper essa aliança.
Deixar sangrar, sem olhar no outro rosto
Cansado de saciá-lo de tanto amor,
Deixar uma louca manhã nascer pra esquecer.

Com a certeza eminente da dor,
Que semeia tristeza e solidão.
Meu íntimo, meu instinto, aceita essa separação,
Quando juntos sentimos o brotar dessa união.

E a solidão de nada ter, de tudo perder...
Aceita sem gritos, com olhos aflitos,
Um fato consumado, arruinado sem forças,
Por que separar? Porque acabar?

Se é tão difícil de achar... Sua cara metade,
Como num conto de fadas...
Um amor e uma cabana, amargo fim.
Sentir-se dona da razão...

Ter autoridade nesta questão ou,
Apenas aceitar a desilusão.
Talvez, devido à amargura que sinto,
Não saiba definir esse sentimento.

E mais uma vez na minha cruel covardia,
Aceito! Eu existo e a solidão também.
Que vive lacrada no meu coração.

Eu te amei, eu te amo, eu te amarei.
Mas não te quero mais na minha vida...!

Cláudia Vidinhas

LUA CHEIA

Ao lado de minha janela
surge no céu azul
a Lua Cheia de fevereiro!
.
Na Lua, todos atentos.
Afinal, a Lua Cheia
aparece no azul
no dia 18 de fevereiro,
.
Transmitindo muito amor
aos corações apaixonados.


(Graciela da Cunha)

SONETO INCERTO


Foi em setembro que chorei a vida
e em passos tortos pus-me a caminhar,
vesti o futuro, saga prometida,
quis a centelha perdida no ar.

Verti meu pranto numa despedida,
rumo ao incerto que ousei buscar.
Se alguma vez eu me senti vencida,
só foi o tempo de recomeçar.

E nesse quanto de emoção sentida,
os meses desfilaram devagar,
no afã das perguntas repetidas.

Confesso que não sei quantas feridas
tiveram de, sozinhas, se curar,
pra ver o novo ponto de partida.

Basilina Pereira

MIRAGEM.....

Nada sei de ti...

Mas sei que você é o vulto

Do meu silêncio

Querendo falar de Amor.


((Mone Lezu))

QUERO-TE

Quero-te
Alem dos sorrisos,
Quando encontram
Nossos olhares.

Nos meus profanos
Encantos.
Rasgando minha alma.
Navegando nos meus sonhos.

Quero-te adentrando,
Em minha vida,
Trazendo suas fantasias
Sem pedir licença.
Quero -te!

ManyPallo

AMO-TE

Amo-te e nem sei como aconteceu,
existem coisas que não se explica.
Só sei que você preencheu
todo o vazio de minha vida.

Revelo, como um segredo
que só pertence a nós dois.
Amo- te e nem sei como aconteceu,
quero amar-te agora e depois.

Meu coração te entreguei
transbordando inteirinho de amor.
Você chegou e me envolveu
com seu jeito encantador.
Amo-te e nem sei como aconteceu. . .

Denise Pires

AMAR VALE MUITO ! ! !
Figuras do pensamento, na
linguagem do coração,
são retalhos das dores,
enfeitados pela emoção,
não se pode abrir mão;
Insistências do pensamento,
relendo o coração,
são luas, estrelas,
terras e mares,
arco íris e sóis,
desenhos nos ares,
porque amar vale muito;
Imaginação a céu aberto,
nenhum sonho é em vão,
são cobertos de amor, no
paraíso secreto;
É urgente amar,
Convite no pensamento,
Confirmação no olhar.

Marisa de Medeiros
SE EU NÃO TE VER HOJE...

Se eu não te ver hoje,
se cuida porque amanhã
eu quero te ver sorrindo
com sorrisos gostosos
iluminando minha vida.

Se eu não te ver hoje,
amanhã quero um longo abraço
daqueles que só você sabe dar
quero sentir teus braços
em forma de laços ao me abraçar.

Se eu não te ver hoje,
guarde o seu tempo só para mim
quero ficar ao teu lado, te amar!
Sorrir, ser imensamente feliz.

Se eu não te ver hoje,
me coloque em teus sonhos
sonhe lindo, porque amanhã
eu quero viver este teu sonho
juntinho com você, sonhe!

Se eu não te ver hoje
quero que saiba que:
O amor é inenarrável
e eu nem sei te explicar,
só sentir!...

( Joe Luigi )
BEM AVENTURADOS


Bem aventurados são os que não se calam
Denunciando as injustiças entre irmãos.
Vozes corajosas que entre as multidões ecoam
Para que sejam ouvidas por toda a nação.

Bem aventurados são os promotores da paz
Que não desistem de lutar pela vida
Sendo comumente incompreendidas
Mas não esmorecem de seus ideais voltando atrás.

Bem aventuradas as pessoas que são injustiçadas
E por tantos são tratados como malfeitoras
Que pela cor, etnias, pobreza são humilhadas.

Bem aventurados são todos que não acomodam
Que não tem olhos voltados apenas para si mesmo
Sendo despojados e convictos no amor que acreditam.


Ataíde Lemos

DEFINIÇÃO

Poesía é para mim
passeio de pensamentos
palavras sem rumo ou direção
bailando.soltas ao vento
**
Poesia, ém harmonia
louva a Deus e a criação
se perdendo pela vida
em um võo de coração.
***
Então sigo. assim.
vivendo de emoção
sigo o doce correnteza
do meu rio. coração.
**
Procuro deixar no caminho
da vida ao percorre-la
muita semente de amor.
seguindo. rastro de estrelas.

***Silvia Maria Rocha***

na hora em que os corpos
se encontram
se entregam
se amam...
o tempo para
e tudo fica lá fora
nada mais importa...
só eu e você
e o prazer de amar
completamente
de corpo e alma


(Luna Lua)

Quero roubar-te a paz,
Não te deixar sossegar
Jamais...
Quero plantar meu desejo
Em ti, viciar-te até não
Poderes mais, viver
Sem mim!...


Andréa Fênix

" Há um infinito
silêncio
Nesta imensidão
que me abraça.
Estreita e arde
Nasce e passa ... "

=- Bruno de Paula -=

AMOR

Brinco com as palavras,
Sinto tua falta
Saudade que maltrata
Coisa mais ingrata!
Aqui assentada
Sem pensar em nada,
Tendo na boca
O gosto do teu beijo
Invadindo meus instintos
Deixando-me faminta.
Homem surpreendente!
Toma para si
Meu corpo inteiro,
Faça dele
Teu aconchego,
Teu desejo,
Venha meu amado!
O sonho de amarte
É a minha maior
Verdade.

MARCIA ROCHA

ESTRADA DA MINHA VIDA


Estrada que caminharei sempre
A procura de uma melhor saída
Esta estrada eu trago em minha mente
Desde o início de minha vida

Quando nasci neste mundo
Lentamente comecei a aprender
De repente aprendi em um segundo
Os caminhos que eu iria percorrer

Estrada que se tornou tão perfeita
Jamais pegarei uma outra direção
Minhas vontades todas foram feitas
Devido minha própria dedicação

Minha vida foi feita com carinho
Minha estrada sempre será bem florida
Eu sei!!!
Que nas roseiras existem muitos espinhos
É assim a minha longa estrada da vida!

***Odete Poesia***


Na epiderme
Um desejo puro
Como água cristalina
Que traz um olhar penetrante
Desvendando segredos profundos
Na essência do viver
Há um fogo incessante
Que torna o ser vulnerável
Miragem de pouca duração
Doçura do mel
Ternura infinita
Coragem guerreira
Acalentando sonhos
Guardando nas mãos
O sal da vida!

Dani Mello

DIVAGANDO

Na madrugada
estou vagando pela tua casa,
despida, o desejo
queimando como brasa
e da tua cama,
me aproximo cuidadosa...

Por quanto tempo
olho-te adormecido
Pelo cansaço do dia,
já vencido
e eu querendo
ser a amante amorosa...

Tu não sabes,
que quero ser saciada
pelo teu corpo
e que venho pra ser amada,
louca por teus beijos,
doida de paixão...

Volto, guardando
na mente a tua imagem...
Já amanhece
e só encontrei a coragem
nas asas da minha
desvairada imaginação!

Arethuza Viana

NA BUSCA DA ESPERANÇA

Na morbidez da noite
piso com passos leves
em busca da esperança
que é tudo que me resta.
.
Espero ser acarinhada
em cada novo amanhecer,
mas meu pranto fica silencioso,
pois aqui você não chegou.

(Graciela da Cunha)
MESMO QUE EM SONHOS